ŠKODA - CONDUÇÃO AUTÓNOMA: AS 5 MUDANÇAS

Condução autónoma, a tecnologia que antecipa mudanças no setor automóvel.
16/Aug/2018

Automóveis voadores ou automatizados como nos filmes? A Inteligência Artificial é uma das soluções que abre portas à condução autónoma, tecnologia que antecipa mudanças no setor automóvel.


A condução dirige-se a um futuro que se encontra cada vez mais perto. E mais longe fica o que era considerado um sonho, numa altura em que a condução autónoma está presente. Mas o que muda esta condução?


A condução autónoma é uma forma de condução que fornece apoios extra ao condutor que variam de acordo com o nível em que ela se encontra:


Nível 0: o condutor assume o controle de tudo desde o momento em que liga o seu automóvel pois não existem sistemas de apoio extra à condução;


Nível 1: já existem alguns sistemas de apoio, como é o caso do cruise control e ABS, mas o condutor acaba por ter de controlar frequentemente o seu automóvel;


Nível 2: apesar de já existirem diversos sistemas que auxiliam a condução, o condutor deve manter-se sempre atento para controlar o volante quando for necessário;


Nível 3: sendo considerado o nível com uma condução semi-autónoma, significa que o automóvel é capaz de circular por si mesmo ao detetar outros veículos e ao ler sinalizações verticais.


Nível 4: indica um desenvolvimento avançado da condução autónoma em que o automóvel tem a capacidade de assimilar e controlar o que o rodeia.


Nível 5: só precisa de entrar no seu automóvel que ele inicia, continua e termina a viagem de forma completamente autónoma.


Nesta condução, a Inteligência Artificial faz das suas pois ao permitir guardar informações, que são geridas por sistemas, faz com que os próprios automóveis comecem a “conhecer” os hábitos e as preferências do condutor e, consequentemente, a decidir sozinhos o que fazer. Tornam-se assim, no mais alto nível, autónomos.


Ler notícia: http://www.skoda-auto.pt/noticias/news-detail/conducao-autonoma